Skip navigation

Tag Archives: Resenhas

Interessados em jogos de D&D com elementos sombrios provavelmente sabem que o Monster Manual III tem alguns dos melhores monstros para dar uma boa ambientação e um verdadeiro toque tenebroso. Boneclaw, Charnel Hound, Night Twist, Shrieking Terror.

Boneclaw
Uma figura vagamente humanóide com 2 metros e meio de altura e longuíssimos garras nos finos braços, cuja carne parece uma hedionda massa disforme. Ou também mais um aborto da Umbrella.
Um duro oponente no combate corporal devido ao seu alcance maior e resistência profana, o Boneclaw cria uma ótima atmosfera de terror ao surpreender os personagens em uma sala-armadilha, bloqueando a única passagem dela e fazendo o paladino ou o clérigo caírem com um par de ataques.

Charnel Hound
Uma névoa mesclada com odor de moribundos e cadáveres durante a noite em um descampado é um ótimo cenário para esta monstruosidade. O efeito aterrorizante justifica-se não pela aparência, mas como pela Frightful Presence (Presença Aterradora) que a criatura possui. Mais que isso, um companheiro de grupo que fique com pontos de vida negativo por conta de um ataque de um Charnel Hound é imediatamente absorvido pela criatura: Um pesadelo vivo! De acordo com o livro, são geralmente bons guardiões.

Night Twist
Um clássico. Existem variadas possibilidades de aventuras com este monstros: Crianças que desaparecem floresta adentro; um pântano assombrado no qual vive uma “bruxa” ou então um cemitério desolado com árvores mortas numa área remota de uma cidade. Lembrando vagamente o filme Sleepy Hollow, do Tim Burton, este monstro pode estar facilmente por trás de uma trama simples.
Como meu amigo Judeu fez, a árvore cresceu num cemitério antigo, se alimentando dos cadáveres lá enterrados. O solitário morador da mansão ao lado foi se alienando aos poucos e começou a crer que na verdade a árvore era o espírito dos seus antepassados e que ele deveria ajudá-la a se alimentar. Resumo da ópera: Fomos contratados para uma falsa tarefa e viramos todos comida de árvore. TPK.

Shrieking Terror
Se você está vendo a figura dela sabe que é digna de um pesadelo. A primeira coisa que eu pensei ao ver ela foi uma sombria catedral vazia, com sua semi-arruinada arquitetura colossal no mais absoluto silêncio. Naquela penumbra, um guincho monstruoso corta o ar e a criatura aparece voando no limiar da escuridão. Apesar de não ser inteligente para criar uma plot estruturada nela mesma, o misterioso surgimento de uma criatura extraplanar como essa no plano material é um bom gancho.

Anúncios

Para utilizar os monstros do MM2 nas regras 3.5 é necessário fazer o download de um PDF zipado disponibilizado pela Wizards.

Banshee
A banshee é similar ao fantasma, embora esteja menos presa a algo no plano material para explicar sua presença. A Banshee não necessariamente precisa ser conhecida pela aparência tenebrosa, e sim o contrário. Aldeões em uma distância podem ver a banshee em meio as brumas de um lago durante uma noite e não ficar sabendo de sua natureza monstruosa. Qualquer um que se aproxime demais é claro vai correr o risco de escutar o grito.
Bom para: Terror, Horror

Crimson Death
Um morto-vivo que reside em pântanos e é capaz de sugar sangue de suas vítimas. Uma boa idéia é colocar os aventureiros para investigar estranhos desaparecimentos, e após uma longa caminhada eles se depararão com os vários cadáveres juntos. Sem perceberem, o monstro escondido na espessa névoa ataca de surpresa.
Bom para: Terror, Mistério

Darktentacles
Em pântanos escuros estas criaturas podem ser muito assustadoras, principalmente quando os jogadores estão em terreno difícil (água nos joelhos) e sem luz alguma para enxegar nada. Ser atacado por incontáveis tentáculos negros que agarram seus companheiros costuma inspirar medo em jogadores, principalmente quando eles estão nas situações acima e quando outro darktentacles aparece Posteriormente no meio do combate. Cuidado para não dizimar seu grupo ao utilizar as habilidades SM dele!
Bom para: Horror

Famine Spirit
Há mais algo mais aterrador que entrar em uma grande casa aparentemente abandonada e ver uma destas criaturas com a boca suja de sangue comendo um último pedaço de carne presa num fêmur humano? Eles podem inspirar horror verdadeiro com sua aparência hedionda, especialmente se a descrição da cena tiver o elemento gore nela.
Bom para: Horror

Flesh Jelly
Esta gosma é digna do pior pesadelo que qualquer pessoa pode ter. Uma idéia interessante é colocar ela em conjunto com mortos-vivos devotos de Juiblex que ficam caçando seres vivos para alimentá-la na esperança de que esta divindade do Abismo retribua de alguma forma. Não se engane, a mera visão desta criatura é capaz de deixar qualquer ser humano louco.
Bom para: Horror

Greenvise
Uma prima da Assassin Vine, esta planta é rapidamente identificada como um perigo por aventureiros. A toque de sutileza que ela não tem entretanto é compensado pela truculência e pela habilidade de engolir criaturas inteiras. Uma boa forma de adaptá-la é a história de que suas antepassadas foram regadas com sangue, e séculos depois as plantas se tornaram esta “coisinha”. Note que apesar de ser obviamente carnívora, personagens correndo de medo em uma área com densa vegetação não devem detectá-la automaticamente.
Bom para: Perigo e Terror em menor grau

Nethersight Mastiff
Ser atacado por um cão é algo bem diferente de ser atacado por uma matilha inteira. Uivos distantes durante a noite geralmente alertam para lobisomens ou lobos, e neste segundo caso personagens de nível alto não se preocupam tanto. Uma boa surpresa aguarda os incautos! Outra sugestão é colocar um destes cães como animal de estimação de algo mais poderoso, como um vampiro. A cena de um vampiro sentado em um trono enquanto afaga a cabeça de um cão destes cria uma atmosfera tensa de medo.
Bom para: Terror, Perigo

Orcwort
Primeiro os animais da floresta e depois a aldeia. Esta planta é um excelente antagonista, tendo o único problema da grande disparidade de CR entre ela e seus minions. Nada que não impeça personagens de níveis baixos de encontrar a localização da árvore e chamar o mago NPC que reside em uma cidade para ajudar. Descrever a cena da árvore se alimentando das pessoas capturadas focando no tom macabro dos wortlings trabalhando sem parar ajuda a criar um bom clima.
Bom para: Horror, Terror, Mistério

[Update 07/08/07] Marcadores modificados para “Terror e Horror”
[Update 09/08/07] Adicionado links para figuras dos monstros

Como todos sabem os 5 MM nos trazem muitos exemplares de criaturas que podem ser utilizados em uma ampla gama de jogos. Ultimamente ando focando mais em jogos sombrios e decidi descrever quais deles são mais adequados para esta questão.

Assassin Vine
Um clássico. Os personagens estão mais vulneráveis quando o perigo não é evidente, quem há de imaginar que as vinhas que crescem sob um portal de pedra mal-cuidado são o verdadeiro perigo de um labirinto? Ela funciona muito bem em campanhas aonde a fantasia não é escancarada.
Tome cuidados apenas porque elas são mais fortes do que a CR indica, colocar progressão neste monstro pode torná-lo um oponente muito perigoso.
Típico papel: Planta vivendo no jardim de grande casa abandonada.
Bom para: Surpreender

Bodak
Com uma aparência que remete à encarnação de puro mal, o Bodak é uma boa criatura para um jogo de terror por dois motivos: Além de seu aspecto maldito para assustar os personagens, ele tem um gaze attack que assusta os jogadores.
Típico papel: Criatura vivendo em porão/cripta responsável por inúmeras mortes enigmáticas em pouco tempo.
Bom para: Horror

Chaos Beast
Como o Bodak, a Fera-do-Caos é outro monstro que assusta personagens e jogadores. Sua habilidade de instabilidade corpórea não pode ser curada em níveis baixos e pior, ela sempre leva o indivíduo à morte, até aqueles com carisma alto.
Típico papel: Criatura vivendo em antigas ruínas misteriosas.
Bom para: Horror

Devourer
Do MM1 creio que o Devorador é a criatura mais horripilante de todas. Ela evoca um terror inato por sua descrição, além da sua temida Trap Essence. Por sua inteligência alta, esta criatura consegue ser um mastermind por trás de uma trama complexa, como o total desaparecimento de um vilarejo e coisas do gênero.
Típico papel: Antagonista que age por meio de terceiros
Bom para: Horror

Gargoyle
Como as Vinhas Assassinas, os Gárgulas podem surpreender os jogadores. Note que descrever uma estátua com garras, asas e cara de demônio é um convite para fazer com que os vândalos que residem dentro dos personagens venham à tona. Prefira por descrições mais sutis, como uma estátua de mármore de uma figura feminina vendada que tem asas de pássaro e com garras de águia nas mãos em uma posição de pensadora.
Típico papel: Guardião de áreas restritas de torres, castelos ou masmorras.
Bom para: Surpreender, Horror

Ghost
Ser um fantasma é o suficiente para tornar um personagem mundano centro de uma aventura ou campanha, imagine então o fantasma de uma pessoa importante! Há sempre uma história por trás de cada um, geralmente todas sombrias. Ajudar um fantasma pode ser uma boa opção para o mestre colocar um dilema em um jogo: Realizar um pequeno ato maligno para que um fantasma pare de assombrar um vilarejo ou, mesmo com o risco da criatura voltar e despejar sua fúria contra aldeões inocentes, atacar ela?
Típico papel: Antagonista, anti-herói que não consegue descansar.
Bom para: Dilema moral, Horror, Mistério

Invisible Stalker
Ao ser atacado por uma criatura obviamente mais poderosa que o seu personagem, jogadores costumam reagir fugindo para longe. Mas e quando o caçador não pode ser visto? As situações onde não se há certeza costumam trazer hesitação na hora das escolhas para qualquer ser humano, ainda mais quando há a preocupação em saber se a criatura ainda caça o personagem ou não. O predador invisível é um monstro que deve ser utilizado com cuidado em jogos com pouca magia.
Típico papel: Criatura que realizava outro trabalho (que foi arruinado) pelos PJ’s
Bom para: Terror

Shadow Mastiff
Ser atacado por um cão de raça bem cuidado durante uma investigação em um local abandonado já é algo inexplicável, imagine se a criatura vier de outro plano. Monstros podem ser sutis e ao mesmo tempo aguçar a curiosidade e o clima de mistério em um grupo. O combate não é necessário: Simplesmente avistar uma destas criaturas por alguns segundos e depois checar que o local aonde ela foi vista está completamente vazio é algo desconcertante.
Típico papel: Peça de quebra-cabeças
Bom para: Mistério

Will-o’-Wisp
Inimigos perigosos, tenha a mesma precaução das vinhas assassinas: Evite matar todo seu grupo com um destes. Eles tipicamente surgem em pântanos, aonde personagens ignorantes o confundirão por pessoas com lanternas e os mais instruídos acharão que se trata das luzes sem vida dos pântanos. É uma boa opção para campanhas aonde a fantasia fica oculta.
Típico papel: Agente assombrador de pântanos
Bom para: Terror, Mistério

Quer ver um monstro que não apareceu aqui? Comente!