Skip navigation

Um amigo meu me perguntou porque prefiro d20 modern para mestrar campanhas futuristas ao invés de GURPS 4ed, que já utilizei em temas medievais anteriormente. A minha resposta é que o sistema não tem ligação com os cenários, mas sim com o estilo de jogo; e como meu estilo de jogo moderno/futurista atualmente é estilizado, prefiro d20 modern.  No fundo é uma pergunta simples e polêmica: Qual sistema é o melhor?

Jogar aventuras futuristas usando nWoD?

Jogar aventuras futuristas usando nWoD?

Essa questão tem o enorme potencial de desencadear uma discussão que nos leva até perguntas mais complexas e engolidas em um embate de pseudo-ideologias, onde vemos bizarras discussões sobre a importância do sistema para o jogo. Não temos que gostar de tudo, porque todos nós somos diferentes um do outro. Sim, sabemos dos três estilos de jogos existentes e sabemos que existem sistemas adequados para cada um deles, mas eu, como mestre, sei qual é o meu estilo de jogo, sei como eu me divirto, sei como meus jogadores se divertem e sei que me sentiria frustrado se eu tentasse utilizar o nWoD para jogar alguma coisa séria a longo prazo, assim como GURPS frustraria os jogadores a curto prazo.

Divertido e longe da realidade

Divertido e longe da realidade

Também não acredito que a interpretação independa do sistema para todos da mesa. Há sistemas que dão preferência, sim, aos que interpretam mais, enquanto que outros negligenciam isto. Há os que descrevem uma raça em várias páginas, e há os que dedicam alguns parágrafos. Isto sim nós podemos quantificar para comparar. E mesmo assim, é óbvio que atores de teatro não precisam de XP para interpretar porque isto é algo inerente, mas nem todos os jogadores de RPG são assim e é papel do mestre incentivar esta faceta do jogo com premiações – dentro do jogo e também fora do jogo.

Mechas em GURPS: Pesadelos de mais de 100 pontos

Mechas em GURPS: Pesadelos de mais de 100 pontos para o mestre

Não podemos comparar dois sistemas diretamente e dizer qual deles é o melhor, mas apenas contextualizá-los em um grupo e apontar qual é o mais adequado. Infelizmente muitos se esquecem disso e atacam, por exemplo, o 3d&t, mesmos que alguns destes tenham começado sua experiência com o RPG através dele. Sinceramente? Este sistema seria visto apenas como uma bobagem infantil para meu grupo, mas nem por isso os muitos adeptos dele deixarão de se divertir e posteriormente conhecer coisas novas, renovando o hobby.

5 Comments

  1. Interessante abordagem. Tenho umas postagens semelhantes a respeito do assunto para breve.

    Até!

    Gilson

  2. Legal, mas você não disse por que prefere D20 modern e não Gurps 4ª edição.

    • Thiago, com o texto eu quis dizer que prefiro d20 modern quando quero jogos estilizados porque é justamente meu tipo de jogo favorito no momento. d20 é muito mais dinâmico em alguns aspectos e permite uma liberdade no que tange a fidelidade à realidade.

  3. Texto muito bem definido.

    Também gostaria de jogar algo ao estilo CyberPunk, infelizmente não tenho nenhuma aptidão para mestrar algo do gênero, faltaria criatividade e originalidade para acrescentar na dinâmica futurista.

    Abrçs e Bons Jogos.

  4. Ultimamente estou usando o sistema do Mutantes e Malfeitores, que é mais estilizado ainda e mais dinâmico que o D20 modern, recomendo!

    Ótimo artigo!🙂


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: